Atente-se para os refrigerantes.  

Atente-se para os refrigerantes!

O consumo de refrigerantes tem crescido nas últimas décadas. Muitos estudos associam o consumo excessivo deste produto com o aumento da obesidade e suas consequências. 

Os perigos vão além do fornecimento de calorias. Os aditivos contidos nestas bebidas, inclusive nas versões diet ou light, como acidulantes, conservantes e corantes artificiais são substâncias que podem ser prejudiciais à saúde quando consumidas em excesso, ocasionando processos alérgicos e hiperatividade, entre outros efeitos indesejados. Essas alterações dependem da sensibilidade de cada um e, em alguns casos se manifestam na forma de gastrites, úlceras e, eventualmente, tumores.

A maioria dos refrigerantes contém ainda cafeína e outros elementos que estimulam o sistema nervoso, causando alterações ao bom funcionamento do organismo, com distúrbio do sono e fadiga.

Atualmente, grande parte dos consumidores busca por alternativas light e diet para manutenção e perda de peso, principalmente. O consumo dessas versões parece ser uma boa opção para a saúde, pois não agregam calorias em nossa alimentação, mas poucos sabem que as substâncias utilizadas para adoçar e conservar podem ser prejudicais à saúde. Os refrigerantes light e diet contêm adoçantes artificiais e apresentam alto teor de sódio, o que aumenta o risco para hipertensão e problemas renais. Frente aos riscos à saúde, recentemente, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) determinou a redução da concentração de dois adoçantes: sacarina e ciclamato, principalmente pelo teor de sódio que estas substâncias agregam a esses refrigerantes.

Um dos conservantes mais utilizados em refrigerantes é o benzoato de sódio. Essa substância pode desencadear uma reação com outros componentes da bebida, formando o benzeno que, se ingerido por longos períodos, pode aumentar o risco para desenvolvimento de câncer.

O benzeno pode ser encontrado em refrigerantes à base de limão e laranja, devido à vitamina C (ácido ascórbico) nas versões light e diet  visto que o açúcar inibe a formação de benzeno e a restrição dele na bebida tipo light e diet pode favorecer a sua formação.

Já está demonstrado o efeito que bebidas ácidas trazem sobre a erosão dentária, que responde ainda a fatores comportamentais e biológicos. Contudo, o consumo de refrigerantes é uma preocupação presente nos estudos de saúde bucal.

O consumo de refrigerantes, açucarados ou não, não agrega nenhum nutriente importante e adequado às nossas necessidades nutricionais, pelo contrário, a cafeína, o ácido fosfórico, o benzeno e outras substâncias presentes nessas bebidas podem ocasionar malefícios à saúde.

Procure substituir o consumo de refrigerantes por água de coco, sucos naturais, chás de ervas e até mesmo, águas aromatizadas. Invista em ervas naturais como hortelã, camomila, erva cidreira. Ao consumir sucos naturais, lembre-se que, muitas vezes, o valor energético é superior ao de uma fruta!

Voltar

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL É PRIORIDADE PARA O PROGRAMA AVANTE

Não só para os indivíduos mas para as empresas também! Indique sua empresa para participar do programa e tenha acesso a direcionamentos exclusivos para a sua saúde.